Decoração


DECORANDO O QUARTO PARA MAIS DE UM BEBÊ



A tarefa de acomodar em um mesmo quarto muitos bebês não é nada fácil. Trata-se de um desafio, tanto maior, quanto maior o número de bebês em questão.
Não estou apenas falando de gêmeos, trigêmeos ou mais bebês, mas também o recém-nascido e seu(s) irmão(s), em um mesmo quarto.

Nem todos têm a oportunidade de oferecer um quarto para cada um de seus filhos, e alguns, mesmo que o possam, não o fazem por motivos diversos e pessoais.

No caso do casal já ter um filho, do mesmo sexo do que está por vir, tudo fica mais simples. Os dois no mesmo quarto, decoração de tom que também agrade ao mais velho (pois o pequeno nada entende) um ao lado do outro ou um à frente do outro.Se o maior dormir em berço, podemos colocá-los em paralelo, um ao lado do outro (então até caberá uma bicama para babá); se dormir em cama, podemos colocar a cama em uma das paredes e o berço na parede oposta, em paralelo à cama ou em perpendicular (semelhante a um quarto de apenas um bebê com cama auxiliar para babá).

Se porventura já existirem duas crianças no quarto, o ideal é colocar suas duas camas em paralelo e o berço à frente das camas, encostado na parede oposta (caso haja espaço suficiente e não comprometa a locomoção) ou mesmo as camas e o berço em paralelo; tudo dependerá da posição de portas e janelas presentes no quarto. Se houver babá, o ideal é que ao menos uma cama seja estilo bicama, porém de preferência as camas deverão ter estilo e padrão iguais, para obter-se um quarto harmonioso.

Com três crianças na casa, o recém-nascido não terá muito espaço disponível. O ideal seria dividir duas crianças em um quarto e a outra criança com o bebê.

No caso de gêmeos, trigêmeos, quadrigêmeos, tudo fica mais simples (que ironia!!!)
Apesar de tudo, estaremos tratando de bebês do mesmo tamanho, pequenos, que utilizarão berços e não camas, facilitando a distribuição mesmo que seja num ambiente pequeno.

Para gêmeos vale a mesma dica anterior: dois berços em paralelo. Se desejar uma babá, não se esqueça da cama auxiliar. Para trigêmeos, muitos optam pela distribuição em U. Digo que não é válido para ambientes demasiadamente pequenos, pois perdemos espaço e circulação. Parte de cada um dos dois berços paralelos é perdida, em função de encaixarmos o terceiro junto a eles. Isso incomoda na hora de colocarmos e tirarmos o bebê do berço.

Outra opção, para quem dispensa a utilização de cama para babá, seria colocar dois berços seguidos encostados em uma parede e na parede em frente, também encostados, um berço e uma cômoda.

O ideal é colocar dois berços um ao lado do outro (juntinhos) e o terceiro em paralelo, distante apenas de 40 ou 50 cm dos demais. Neste caso os três estarão em paralelo, dois deles encostados, facilitando os cuidados da mãe com os bebês e sua circulação no local, não limitando os movimentos, deixando os berços totalmente livres em sua total extensão para as atividades diárias. Não estaremos assim “encavalando” berços e teremos um espaço mais bem distribuído. Todos apoiados em uma parede e a cama auxiliar (da babá) na parede em frente, junto com uma cômoda, que servirá para as trocas. Sempre que houver espaço, em todas as opções mencionadas, é conveniente colocar uma poltrona para amamentação.

Essa foi a opção por mim escolhida, e vale a dica.



Sara Gonçalves
Mãe dos trigêmeos Anna Vitória, João Vitor e Juninho.


Veja também:
Decorando o quarto do bebê