Bebezões


GINÁSTICA PARA BEBÊS



Os pais têm a nobre tarefa de cuidar de seu bebê garantindo segurança e propiciando bem estar em seu lar.

A infância é a fase mais oportuna para intervenção dos processos educativos; pelo desenvolvimento natural da criança, a primeira a se lhe dar é a educação física. Seria absurdo e inútil querer tentar a preparação moral ou a indicação intelectual da criança nesta fase da vida em que os órgãos perceptíveis apenas despertam e começam a funcionar sem controle, de maneira irregular e imprecisa. No entanto a criança se agita, ergue os braços e as pernas, vira-se de um lado para o outro, volve a cabeça ao ouvir um ruído; enfim, se movimenta e o movimento é condição essencial de vida, e como tal, uma necessidade imperiosa, para o bom funcionamento de todo o organismo.

A criança precisa se movimentar, é uma manifestação instintiva, fisiológica. A atividade física nesta hora cumpre seu papel, fortalecendo tecidos, trazendo flexibilidade às articulações, desenvolvendo os sentidos, especialmente o sensorial, ampliando a capacidade respiratória, ativa a circulação, assegurando saúde, resistência, coordenação motora, independência das contrações musculares para locomoção, bem como o pleno funcionamento das funções orgânicas.

A criança se diverte quando forçamos posições que exijam equilíbrio, quando brincamos com suas pernas, simulando seus primeiros passos.

A seguir uma série de exercícios, conforme os princípios da anatomia humana como flexões para braços, pernas e tronco.

Braços:

1. O bebê estendido em decúbito dorsal (de costas) sobre um apoio – segurando-lhe pelas mãos e conservando os braços estendidos, eleve-os no prolongamento do tronco até a altura da cabeça; depois traga pela lateral do corpo até que os braços estabeleçam contato com as pernas.
2. Na mesma posição do exercício anterior – cruzar os braços da criança sobre o tórax, depois estendê-los para os lados, afastando-os o mais longe possível.

Pernas:

1. O bebê deitado em decúbito dorsal, com os joelhos flexionados – segurando-lhe pelos tornozelos, aproximar e afastar as pernas no plano horizontal.
2. Na mesma posição do exercício anterior – flexionar e estender alternadamente uma perna e a outra sobre o ventre do bebê.

Tronco:

1. Mamãe segurar o bebê pelas mãos e apoiar seus pezinhos sobre o seu peito, conservando o corpo do bebê todo estendido – Incline o tronco e ao mesmo tempo traga-o de encontro ao seu peito forçando a flexão das perninhas e tronco sobre os joelhos, deixando-o um pouco em suspensão. Depois volte à posição inicial.

A quantidade de repetições dos exercícios irá variar conforme o objetivo da mamãe...
Um dia você faz duas vezes cada exercício, outro dia você pode realizar só os exercícios de braços, e fazer três repetições com cada exercício de braços.

O mais importante é que o bebê sinta prazer com os movimentos, e se ele estiver irritado, cansado e não corresponder aos estímulos dados, pare imediatamente. Este momento tem que ser prazeroso e estimulante para ambas as partes, no relacionamento mamãe-bebê!!!

Lia L. Thaumaturgo
Profa. Educação Física / Ginasta
Contato : lia.ginastica@mae24horas.com.br